Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estamos Sozinhos?

Posso te dizer o que é verdade. Tu formas a tua própria opinião.

Estamos Sozinhos?

Posso te dizer o que é verdade. Tu formas a tua própria opinião.

Um encontro com um amigo

Moarn Stjer, 20.07.19

Encontrei-me com um antigo colega de liceu há umas semanas atrás, por acaso, e acabamos por tomar café e conversar um pouco.

Contou-me que acabou por ter entrado para o seminário, depois de ter sido curado de um temor maligno. Foram dias bastante maus para ele e que disse ter encontrado forças na fé para lutar contra a doença.

Todos os anos faz a peregrinação de Fátima a pé.

Fiquei feliz por ele se ter curado. Conte-lhe como tenho estado a trabalhar e deste meu pequeno hobby sobre o blogue dedicado ao paranormal, onde escrevo sobre histórias de pessoas que passam por experiências sobrenaturais e extraterrestres.

A conversa acabou por me colocar a pergunta chave que todos me fazem: “Tu acreditas em Extraterrestres?”. Respondi-lhe que tenho mais motivos para acreditar do que para não acreditar.

Começou a rir naquele tom que todos sabem quando se está a gozar com alguém. Disse-me que estava a ser ingénuo em acreditar que pessoas que acham que há extraterrestres, ou que foram raptadas por extraterrestres.

Olhe para ele com aquele ar de não acreditar que ele me estava a dizer aquilo.

Ele continuou que se Deus tivesse criado tais seres, eles viriam descritos na Bíblia. A argumentação dele foi mais longa, mas, não me vou perder em detalhes aqui.

Não queria muito entrar numa discussão teológica com ele, pois é um assunto que não domino e não queria atacar a sua crença depois de ter passado pela experiência que passou.

Até que chegou a um pouco em que tive de fazer uma pequena intervenção que não fosse desmoralizante e nem o ofendesse. Tinha de pensar no que lhe ia dizer.

Confesso que não foi a resposta mais brilhante, mas, foi a que me saiu naquele momento.

Perguntei-lhe se deveríamos apagar mais de metade da História da Civilização por não haver relatos bíblicos. Algo que ele disse que não, porque, a Bíblia era um livro espiritual, com o intuito de ligar o Humano a Deus. O que me permitiu que lhe questionasse se era um livro espiritual, porque razão deveria se levado em conta sobre o que é histórico, ou do plano existencial, afinal, mais de metade dos seres vivos não foram referenciados e existem.

Para terminar, disse-lhe que achava que a minha crença era tão válida com quem ia para Fátima a pé. É algo pessoal, que é partilhado, da mesma forma que os cristãos anunciam o evangelho. Acredita, quem quer.

No fundo é o problema da sociedade em relação a qualquer crença. Não há respeito pela individualidade e nem é respeitado o direito a ter a sua crença. O mesmo se aplica a quem partilha essa mesma crença, que por vezes procura impô-la como verdade, colocando a outra pessoa como se fosse inferior a nível de conhecimento.

A argumentação dele em relação à sua posição teria sido bem-vinda, se não fosse a sua imposição de superioridade. Se tivesse debatido a questão falando de um ponto de vista, talvez até tivesse sido proveitoso para ambos e ter aprendido algumas coisas.

Eu não posso fazer ninguém acreditar no que quer que seja, mas, posso partilhar a minha visão em momento oportuno para o efeito estar a impor o que quer que seja.

Todos tem o direito em acreditar no que quiserem, só não têm o direito de fazer desacreditar ninguém.

Europa, uma lua com vida?

Moarn Stjer, 20.07.19

Europa, é uma lua de Júpiter que pode reunir condições para a existência de vida complexa.

A notícia avançada pelo site Sapo 24 revela que os cientistas acreditam que Europa pode conter vida complexa em si, já que reúne alguma condições para que certas formas de vida se desenvolvam, tal como no nosso planeta, a Terra.

Em 2020, a NASA planeia enviar uma sonda para estudar o solo do satélite de Júpiter. O seu ecossistema de águas profundas faz os cientistas acreditarem que podem encontrar espécies que se desenvolvam nesse tipo de ambiente, como a lula vampiro, os vermes de tubo e o Thermarces cerberus.

Dada a sua geografia e a existência de oceanos, os dados recolhidos até agora permitem que se acredite na existência de organismos vivos.

Europa, é uma das luas no nosso sistema solar que tem despertado o interesse da NASA há vários anos e que tem sido alvo de investigação. É um dos 79 satélites de Júpiter e tem se mostrado bastante intrigante do ponto de vista científico.

Tesla pode ter aberto um portal para Universos Paralelos

Moarn Stjer, 19.07.19

É possível que Tesla tenha aberto portais para Universos Paralelos através das suas experiências com a energia.

tesla-coil-3304926_1920.jpg

Tesla é conhecido pelos seus trabalhos com eletricidade e por querer criar uma rede de energia gratuita para todos no planeta. Foi um sonho impedido pelos grandes capitalistas que iriam perder o monopólio da energia.

Durante os seus ensaios e experiências, é muito possível que Tesla tenha aberto um portal para outros universos paralelos ao nosso.

Sabemos que ele dizia receber mensagens que lhe confidenciavam segredos, em que algumas dessas mensagens era ideias para invenções. Também sabemos que ele era “casado” com um pombo.

Para muitos era sinal de demência, mas, para muitos é prova de que existe algo para além do nosso plano de existência.

Podemos não saber o que se trata ao certo, o que leva a especular a origem desse saber. Será espiritual, alienígena ou de outro universo paralelo?

Seja como for, as suas experiências com a energia foram muito além do que é conhecido. Tanto que os seus planos foram confiscados pelas entidades governamentais, para que não caíssem em mãos erradas.

Porém, têm surgido pistas que sugerem que ele foi mais além das simples experiências, as quais não se compreende, ainda, o seu propósito.

Mesmos não se compreendendo o significado de todas as suas invenções e o objetivo da forma como foram construídos, há quem acredite que Tesla consegui contatar Universos Paralelos e até mesmo abrir um portal.

Segundo alguns físicos, em teoria para abrir um portal para um Universo Paralelo seria necessária muita energia e estruturas para o efeito.

Tesla conseguia obter eletricidade gratuita, e ilimitada, e em algumas das suas propriedades encontramos estruturas que poderiam ser comparadas ao CERN – Laboratório Europeu de Física Nuclear -, onde efetua experiências com o núcleo das partículas.

É certo que Tesla não se limitou a ser um inventor eletricista. Ele também inventou outros aparelhos como o possível primeiro “raio da morte” capaz de destruir cidades.

Ainda ninguém conseguiu provar esta teoria, mas, poderá ser uma questão de tempo, já que em agosto deste ano, o Oak Ridge National Laboratory pode abrir um portal para um universo paralelo.

Será que vamos saber a verdade sobre universos paralelos com esta experiência? É uma pergunta que fica no ar à espera de respostas.

O que iremos encontrar quando passarmos esse portal? Um mundo igual ao Universo Inferior de Stanger Things? Iremos encontrar ser amigáveis ou hostis?

Quando mais curioso o Ser Humano fica, sujeita-se a perigos desconhecidos, no sentido de poder estar a ameaçar a sua própria espécie em nome do descobrimento científico.

É claro que não podemos ficar parados no que já temos e somos. Precisamos evoluir. Essa é a nossa natureza. Mas, expormo-nos a algo que se pode revelar perigoso, pode não ser a melhor forma de evoluir.

Ainda assim, estou curioso para saber se foi possível abrir um portal para um Universo Paralelo, se é que eles existem.

Energias Repulsivas

Moarn Stjer, 18.07.19

Bill trás a história do seu primeiro e único encontro com o paranormal.

people-2574169_1920.jpg

Depois que se casou em 2003, comprou uma casa no Arizona. Na primeira noite que passou lá, foi acordado pelo som do alarme de incêndio às 3 da manhã.

A sua esposa ainda se encontrava em Phoenix a juntar as coisas e a despedir-se dos restantes familiares e amigos.

Procurou qual tinha sido a origem do disparo, mas, não encontrou nada. Passados 15 minutos de ter voltado para a cama, o alarme disparou novamente.

Isto era o início de uma série de eventos malucos que começaram a acontecer depois que se mudaram.
O seu enteado começou a ter um amigo imaginário, que chamava de Casper e passou a ser sonâmbulo, algo que não era antes da mudança.

Uma das vezes a sua esposa não o encontrava e procurou pela casa toda. Acabou por dar com ele debaixo da cama a dormir. Outra vez, depois de se ter ido deitar cedo, porque tinha de trabalhar cedo no dia seguinte, acordou com a presença do enteado à beira da cama. Questionou o que ele queria e quando se virou depois de ter ido buscar os óculos à cabeceira, já la não estava. Perguntou à esposa onde é que ele estava, ao que lhe respondeu estar a dormir. Era algo estranho, porque, para ele ter ido ao quarto dele, teria de ter passado pela mulher na sala e ela vê-lo-ia.

Certa vez, a sua esposa afirma ter visto alguém a espreitá-la na garagem pela janela, enquanto trabalhava à noite nas suas pinturas. Outra noite, a porta da garagem abriu sozinha.

Aconteceu de a porta do sótão ter se aberto, sem ninguém, já que para isso acontecer seria preciso usar uma escada e uma pessoa para segurar a escada. Quando uma vez subiu lá, encontrou 3 pássaros mortos e não havia nenhuma possibilidade de eles terem entrado sem ser pela porta do sótão.

Já chegaram a ouvir estrondos no telhado e a nunca encontrar nenhum sinal de presenças ou de danos. Também tiveram uma infestação de mosquitos que parecia que as paredes se mexiam e mais nenhuma das casas ao lado tinha insetos.

Tudo aquilo parou quando se divorciaram. Ele ainda ficou lá algum tempo e nada mais aconteceu naquela casa.

Não sabe se havia algum tipo de energia negativa a tentar separá-los ou se era a energia deles que era repulsiva e provocava tudo aquilo. O que é certo é que nunca mais passou por experiências paranormais, outra vez.

Uma presença familiar desejada

Moarn Stjer, 16.07.19

“O pai do meu namorado morreu ontem. Esta noite ele voltou para casa”

forest-549664_1920.jpg

Esta experiência paranormal aconteceu com Maddie, na noite seguinte ao falecimento do pai do seu namorado.

Maddie conta que o seu sogro teve um derrame em massa e já se encontrava em morte cerebral. A família, em vez de o deixar ligado às máquinas, optou que ele partisse no conforto dos cuidados do hospital.

Ela era muito chegada ao seu sogro, embora só namorassem há dois anos e meio, mas, deu para perceber que ele era pessoa mais gentil e genuína que tinha conhecido.

O seu sogro já recebia cuidados neurológicos, devido a uma lesão cerebral anterior.

Não foi uma morte fácil e foi muito difícil vê-lo a dar o seu último suspiro. Estávamos com ele quando isso aconteceu.

Maddie vive na casa do seu namorado e a sua família. Depois de voltarem para casa, a sua sogra pediu para ajudar a organizar um álbum de fotos da sua última viagem, algo que não conseguiu terminar por não aguentar mais a emoção de olhar para as fotografias. Terminei por ela a organização.

Passados dez minutos, a porta abriu. Sem ninguém a sair, ou a entrar. Levantou-se para ver se via alguém que pudesse ter entrado, ou saído, com pressa, mas, não viu ninguém. Ela tinha a certeza de que a porta estava completamente fechada e não havia correntes de ar que pudessem fazê-la abrir.

Depois de fechar a porta, ouvi o Google Home ligar, na casa de banho. Foi até lá e não vi ninguém. A casa de banho estava vazia e luz apagada. O Google Home foi um presente para o pai do seu namorado no último aniversário.

Verificou que todos estavam na varanda e ela era a única em casa.

Começou a chorar.

Apesar da história de Maddie não ser assustadora, não deixa de ter o seu lado comovente, já que se trata da presença de uma figura que era querida a toda a família e que voltou para casa para junto deles

Se tem alguma história semelhante e que queria contar, por favor, sinta-se à vontade para o fazer nos comentários.

Seres extraterrestres entre nós

Moarn Stjer, 12.07.19

Há seres extraterrestres entre nós. Vários teóricos apresentam provas válidas e há relatos de cientistas em projetos ultrassecretos que confirmaram em público. 

Imagem de Stefan Keller por Pixabay
Sei que é difícil de acreditar de seres extraterrestres caminham entre nós, como pessoas normais e que passam despercebidos no nosso dia-a-dia. 
Eles podem ser colegas de trabalho, familiares, amigos e mesmo a pessoa com quem namora, ou casou. 
Quando se faz uma afirmação distinta como esta, não nos referimos a seres extraterrestres como vemos na ficção científica. 
Falamos de seres que foram geneticamente adaptados a terem uma aparência mais humana possível. 
Essa modificação genética pode ter sido processada em laboratórios, através de inseminação artificial em mulheres humanas, ou relações sexuais. 
Há casos na história de casos semelhantes que podemos identificar: 
  • O nascimento de Jesus Cristo, processo de inseminação
  • Os neflins, resultado de relações sexuais com humanos e extraterres
  • A evolução humana sem que haja um elo anterior a uma espécie.
Estes são, na minha opinião, os casos que mais se destacam pela sua sustentabilidade histórica e científica. 
Observando o caso do presente, podemos encontrar histórias de pessoas que eram estéreis e que milagrosamente ficaram grávidas, sem qualquer tipo de tratamento. 
São por norma pessoas que têm algum tipo de crença espiritual e que associam esse processo a um milagre. 
Eu acredito que ali houve uma ação de extraterrestres que, de alguma forma, conseguiram fazer com que a mulher engravidasse, fosse problema do homem, ou da mulher. 
Pode perfeitamente ter existido algum tipo de cirurgia, ou ter sido inseminado um óvulo fecundado. Não quer isto dizer que um deles não é o progenitor do bebé, mas, que há ali algo mais que o simples ADN humano. 
Se observarmos algumas pessoas, podemos notar características muito peculiares, que as fazem ser notadas. Refiro-me a aspetos físicos fora do comum. 
Ainda hoje, encontramos pessoas que têm uma altura fora do que é normal. E, comparando com o passado, vemos que há semelhanças com os chamados neflins. Poderão essas pessoas ser o resultado de um cruzamento de espécies sem que se saiba? 
Quer dizer que pode haver inseminação, ou relações sexuais nos dias de hoje, para que haja extraterrestres entre nós? 
Sim, pode haver isso e não só. Acredito que nem todas as espécies de extraterrestres consegui fundir o seu ADN com o humano. Pelo menos, por enquanto. Nesses casos, acredito que possa haver uma espécie de cirurgia plástica para mudar a aparência alienígena, para uma mais humana. 
Sabemos que isso é possível ao observar humanos que mudam a sua aparência para se parecerem mais com algo que idolatram. Há casos de pessoas que mudam a aparência para parecerem com extraterrestres. 
Há alguma forma de se saber quem é quem? Dificilmente conseguiremos perceber a olho nú, já que se não fossem parecidos com humanos, não andariam no meio de nós. Mas, há sempre um detalhe que escapa e é preciso estar atento a isso. 
Será que já não se cruzou, ou se cruza todos os dias com um extraterrestre? Fique atento, porque eles poderão estar mais perto de si do que pensa.

A Misteriosa Oak Island

Moarn Stjer, 10.07.19

Oak Island é uma ilha misteriosa que esconde tesouros que ninguém conseguiu encontrar, há mais de 200 anos.


Desde 1795, altura em que foi descoberto o local onde se deu início às primeiras escavações, que a ilha tem sido alvo de caçadores de tesouros para tentar resolver o grande mistério que a envolve.
Segundo as lendas associadas, Oak Island (ou a Ilha do Carvalho em Português) esconde um dos maiores tesouros que a Humanidade já ouviu falar, o tesouro dos Templários. Quando estas duas palavras se juntam, tesouro e templários, não poderia deixar de chamar a atenção dos mais curiosos, investigadores, historiadores e arqueólogos.
Afinal, quem não queria encontrar um dos maiores tesouros escondidos do mundo?
Não se sabe ao certo o que contêm este tesouro, mas, acredita-se que muitos dos bens preciosos incluem peças do Templo de Salomão, uma vez que eles são associados a terem encontrado os tesouros do templo original quando defendiam a Cidade Santa. Mas, o seu tesouro não se limita apenas a isso. Ao longo do seu domínio durante vários anos, acumularam riquezas que faziam inveja a muitos reis e ao próprio Vaticano.
Quando foram presos na sexta-feira 13 de 1307, acreditam que muitos fugiram por mar com o tesouro. Mas, não fugiram por qualquer país. Portugal foi o país que mais beneficiou com isso, já que foi ali que os templários mudaram de nome, para Ordem de Cristo, e financiaram os Descobrimentos Marítimos.
Portanto, um dos destinos mais prováveis é Oak island, mas, não é certamente o único. É vários países, podemos encontrar indícios da presença dos templários.
Não poderia deixar referir que podemos considerar os maçons, uma ordem descendente dos templários.
Com tanto mistério a envolver a ilha, mistérios mais densos que nevoeiro, ao longo de 200 anos a ilha atraiu vários caçadores de tesouros, que procuram, sem sucesso, encontrar tesouros.
Não se pode dizer que encontraram nada. Alguns objetos foram encontrados, com e sem valor, mas, que aumentaram ainda mais o interesse. Se há algum que foi a cereja no topo do bolo, que é o interesse, foi a pedra escrita encontrada na primeira escavação a 27m de profundidade. Apesar de ela conter uma espécie de escrita de difícil interpretação, uma das traduções possíveis é “quarenta pés abaixo, 2 milhões estão enterrados”.
Só que que escondeu o tesouro certificou-se que ninguém iria encontrá-lo e criou armadilhas que resultam na inundação das escavações realizadas até então, dificultando a demanda, mesmo com a tecnologia avançada nos dias de hoje.
A ilha também trouxe infelicidade a muitas famílias. Seis pessoas morreram durante o processo de escavações ao longo dos anos e, há uma maldição associada, em que é preciso morrer 7 pessoas para que o mistério seja revelado.
Há atualmente uma equipa que investiga em várias frentes a Ilha, na esperança de revelar os seus mistérios. Com a tecnologias e bons orçamentos, tem conseguido avançar e fazer novas descobertas que, em outros tempos, seriam impossíveis de conseguir. Será que vão conseguir revelar o que a ilha esconde? Esperamos bem que sim, porque, todos querem ver esse mistério resolvido.
Continuem a seguir o blog, porque, irei continuar a falar deste tema.

Afinal, quem é o Pai Natal e o que é o Natal?

Moarn Stjer, 09.07.19

O Pai Natal é a figura mítica da cultura ocidental que trás presentes para todas as pessoas. Mas, nem todas as culturas olham para o alegre senhor de barba branca da mesma forma.

Imagem de Thomas Ulrich por Pixabay

A tradição mais conhecida do pai natal está associada a São Nicolau, arcebispo de Mira, Turquia, que distribuía ajuda financeira aos carenciados, colocando sacos de moedas pela chaminé. Foi na Alemanha que ganhou destaque e associasse ao Natal, depois da sua beatificação. 
Pessoalmente, eu acredito que a figura do Pai Natal, tal como a conhecemos, foi um estratagema católico para demolir a tradição Wicca que se fazia sentir nas regiões nórdicas da Europa.
Diz a tradição Wicca que o Pai Natal seria um bruxo com grandes poderes, também conhecido como YULE. Yule, é o deus da luz, é celebrado o seu nascimento a 21 de dezembro, altura do Solstício de Inverno. 
Reza essa lenda que a Deusa engravida de Deus e que gera a luz um menino que trará a Luz ao mundo. Alguma similaridade com alguma religião? É algo interessante de se analisar, já que o nascimento de Jesus Cristo, é muito envolto nesta tradição: uma virgem que engravida e dá à luz o Filho de Deus. Mas, também encontramos semelhanças com outras crenças mais antigas, como Ísis no Antigo Egipto, ou em Roma com Diana, que acabou por convergir a religião politeísta que existia no império, com a religião cristão que se propagava por todos os lados, dando assim a figuram de um Deus, que engravida Maria, uma virgem, e dá à luz Jesus, conferindo-lhe um papel de deusa séculos mais tarde.
Na Igreja Primitiva, não era tradição a troca de presentes, nem era celebrado o nascimento de Jesus. Sim, não era celebrado, porque, para os cristãos primitivos, a morte de Jesus tiria mais significado, dado que este era o propósito da sua vinda ao mundo, para se assumir como o cordeiro pascal da tradição judaica para expiar os pecados da humanidade. 
Só na tradição Wicca é que encontramos essa troca de presentes durante o solstício de Inverno, para celebrar a dádiva do Deus e da Deusa.
Outras das coisas interessantes que encontramos associada à tradição natalícia, são as cores. Estamos habituados a ver um pai natal de vermelho, num cenário branco, com uma árvore com luzes e neve. Se olharmos para a tradição Wicca, encontramos cores com significados. Vejamos:
  • vermelho, simboliza o sangue menstrual e a força de vontade de viver
  • branco, a pureza
  • preto, a cor do sagrado feminino
  • o verde a natureza
Pondo em consideração estes aspetos, podemos notar que as veste do pai natal são vermelhas, dado que a sua mãe, a deusa, seria virgem e representaria o sangue virginal desta.
Para além disso, tem as barbas brancas, simbolizando a pureza, o cinto e as botas pretas, que faz a devida homenagem à sua mãe.
Não podemos esquecer a cor verde, dado que há um pinheiro sempre presente, onde são colocadas as luzes, símbolo desse deus Yula, e da presente estrela que representa a magia.
Depois, dado ao fato de Yula ser associado a um feiticeiro, ou bruxo, é normal que ele possa voar na sua vassoura. E como é fantástico que o pai natal voe num trenó, já para não falar das suas habilidades mágicas e capacidade de se comunicar com os animais. 
Outro fato interessante é o da rena, que é o animal do pai natal. E não é que os feiticeiros têm um animal, que é considerado o seu guia espiritual?
Reparem que, o Natal, tem mais pontos em comum com o Wicca do que com o Cristianismo em si. No entanto, para se dominar os povos que seguiam uma tradição Wicca, era necessário haver uma história que se encaixasse nas suas tradições. História essa, que o nascimento de Jesus preenchia na perfeição.
Por isso, Natal não é quando se quiser, mas, sim o que se quiser, já que pode ter o significado que cada um quiser. Só não se pode confundir Natal com solstício de Inverno, pois são assuntos diferentes.

O que as Agências Espaciais não querem que a gente veja?

Moarn Stjer, 08.07.19


Milhares de imagens são recolhidas por telescópios, robôs e satélites. No entanto, as fotos são selecionadas para vir a público, escapando algumas que revelam algo mais que não era suposto sabermos.
Quando isso acontece, negam categoricamente o que se trate de indícios de vida inteligente extraterrestre. Por que motivo eles fariam isso?
Não há resposta aceitáveis para negarem as provas, tornando-as apenas falhas técnicas, ou pareidolia. Apesar de se saber que há essas possibilidades, sabemos que nem todas são assim.
Basta procurar, com alguma paciência na base de dados da NASA e encontramos vários indícios de ocultação de provas. Fotografias que lá estavam e não estão mais, recolocações por outras fotos no lugar delas, ou alteração das fotos com edição de imagem.
Todas as provas que circulam na Internet, as quais não conseguiram alterar, mostram perfeitamente a ocultação que pretendem fazer, para nos acreditar de que não há vida extraterrestre.
Mas qual o motivo há para fazerem isso?
Eu acredito que possa existir interesses financeiros por detrás disto. Acredito que há espécies de extraterrestres que beneficiam de trocas de ouro e outros materiais valiosos na Terra, para poderem explorar os recursos e fazer estudos científicos.
Esse é o motivo que poderá provocar a mentira que nos têm contado sobre a existência de extraterrestres.
Há testemunhos e provas de que eles nos visitam e que eles estão entre nós. Muito provável que eles até já se assemelhem como nós e tenham misturado com a nossa espécie, criando uma nova espécie que habita o planeta.
É preciso pressionar os governos e agências espaciais para revelarem a informação que têm.
A desculpa de que os povos não estão preparados não pega. Ninguém está preparado para nada sem passar primeiro pela experiência.
As pessoas precisam de saber para estarem preparadas para o que aí vem.




Abduções por Extraterrestres em Portugal

Moarn Stjer, 06.07.19

Portugal é um país rico em avistamentos e abduções por extraterrestres, no entanto, ainda há o preconceito contra as pessoas que se dizem abduzidas, obrigando-as a esconderem as suas histórias.


A verdade é essa: Portugal tem imensas histórias de pessoas que tiveram contacto com extraterrestres, mas que, por causa da aceitação pública, as suas histórias permanecem em oculto, ou restringidas a um leque de pessoas de maior confiança. 
Pode parecer impossível que haja actividade extraterrestres em Portugal, mas, a costa Portuguesa e as Ilhas, são locais onde se avista muitos OVNI. Boa parte dessas pessoas têm um grau de contacto de primeiro e segundo grau, sendo que as pessoas que tiveram um contacto do terceiro grau ou mais, são em menor quantidade. Pelo menos, do registo que se conhece. 
Não se sabe ao certo a real dimensão destes casos, já que apenas há uma entidade em Portugal que se dedica ao estudo deste fenómeno e depende muito de voluntariado para que seja possível a elaboração de estudos. 
Acredito que seja um paradigma que possa vir a mudar com as novas gerações, mais tolerantes de aceitar novas ideias, ou pelo menos ouvi-las e respeitá-las.
Por isso, seria importante registar estas abduções, para que futuramente se possa estudar e compara com novos dados. 
Não nos podemos limitar a ficar contentes com fenómenos com dos Cabelos de Anjo em Évora, aos relatos do Tenente Júlio Guerra, ou ao Milagre de Fátima. É preciso conhecer as outras histórias, protegendo a imagem social dos visados, para que se perceba as intenções com que essas abduções são feitas. 
Vivemos numa sociedade em que se pode tolerar muita coisa, menos a crença de que há extraterrestres que nos visitam e abduzem pessoas para as estudarem. É preciso perceber que é uma crença tão legítima como a de uma pessoa que afirma falar com Deus e este fala com ela. 
Se vai haver forma de assumir de uma vez por todas a existências de vida inteligente extraterrestres, é permitindo que este estudo seja aberto à sociedade e que se respeite as pessoas que acreditam ter tido um contacto extraterrestre.